APARISTAS ANALISAM PERSPECTIVAS DO SETOR – Anap


Em 20 de agosto, cerca de 50 empresários Aparistas, que compõem o setor responsável por fornecer, à indústria, aparas destinadas à produção de papéis reciclados, participaram do I Encontro Nacional de Aparistas de Papel, realizado em São Paulo.

O evento foi promovido pela ANAP – Associação Nacional dos Aparistas de Papel, com o objetivo de analisar a situação atual do setor e suas perspectivas de evolução.

Pedro Vilas Boas, consultor da ANAP e diretor da Anguti Estatística, traçou um panorama do mercado e destacou, dentre outros aspectos, que, no decorrer do ano de 2013, o setor Aparista empreendeu esforços com vistas a recuperar fontes de abastecimento. Durante uma fase de preços em baixa, catadores foram deixando esta atividade, passando a trabalhar em outros setores.  “O esforço dos aparistas deu resultados e a oferta de aparas estabilizou, porém, o cenário de 2014 é preocupante, novamente os preços estão em baixa.

“Evitar a dispersão de catadores é um grande desafio e, para superá-lo, será preciso manter os preços competitivos”, explicou o consultor, alertando que esta situação causa impacto negativo em toda a cadeia: catadores, cooperativas, aparistas e indústrias recicladoras, além de prejudicar a coleta do material descartado.

Márcio Almeida, conselheiro da ANAP, falou sobre o tema ”Visão do Mercado Futuro de Aparas de Papel”, abrindo espaço para uma ampla discussão sobre o atual modelo de negócio adotado pelas empresas do setor, que é focado em comercialização, mas tem perspectivas de agregar valor com a prestação de serviços.

Para o presidente da ANAP, Fábio L. Bellacosa, este encontro é o ponto de partida para uma reestruturação setorial, em um momento que toda a sociedade está despertando para a importância da gestão correta do lixo. “Somos um setor de fundamental importância para a sustentabilidade e para o êxito da PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos”, argumentou o executivo.

 

G Martin Comunicação Integrada